Compota de laranja

Fazer compota é talvez das coisas mais simples de fazer na cozinha, mas acreditem quanto mais atenção, carinho e tempo lhe dedicarem, melhor ela fica. Acredito que quando fazemos as coisas com o coração o resultado final é sempre surpreendente. Penso que esta é a razão pela qual tantas vezes temos saudades de  memórias de infância ligadas à comida. Antigamente a comida fazia-se com tempo, os fogões ligavam-se de manhã cedo de desligavam-se já tarde durante a noite. As refeições eram momentos de partilha e para mim continuam a ser, aliás esta é uma particularidade que nos define como portugueses, todos os motivos são válidos para nos juntarmos em torno de uma mesa!

Por isso eu dediquei tempo à minha compota de laranja e garanto que ficou maravilhosa, experimentem e tenho a certeza que cada colherada será uma boa recordação. Sei também que com o ritmo da vida de hoje em dia, não se faz compota todos dias nem todas as semanas, mas escolham um dia, convidem uma amiga, ponham a  conversa em dia e vão mexendo a compota, no final personalizem um rótulo que vos ajude a recordar esse dia!

Hoje deu-me para a nostalgia!

Muito bem, passemos à parte prática. Comprei umas laranjas ma-ra-vi-lho-sas no Cantinho do Morango e fiz uma bela “confiture”  de laranja!  Esta é a única compota em que utilizo o mesmo peso de fruta e de açúcar, mas se quiserem um pouco mais amarga, reduzam um pouco ao açúcar. Tenham sempre em atenção, que o açúcar é conservante natural, se reduzirem muito este ingrediente, também o prazo de validade vai ser menor.

Como as laranjas têm que ficar em água cerca de 8 horas, podem fazer esse processo à noite antes de se deitarem.

Aproveitando a compota feita, não resisti e fiz um bolo, mas essa receita virá a seguir!

Viva o calor e o bom tempo!

 

Ingredientes:

1,5 kg de laranjas lavadas e finamente cortadas em meias luas

1,5 kg de açúcar

3 paus de canela

3 lts de água

Preparação:

Coloquem a as laranjas já cortadas num alguidar com a água, deixem repousar cerca de 8 horas.

Depois de deixar as laranjas em água durante as 8 horas, passe tudo para uma panela de fundo grosso e que seja alta para quando a compota ferver não vir por fora. Junte o açúcar e os paus de canela, deixe levantar fervura, reduza o fogão para o mínimo e deixe cozinhar lentamente, vá mexendo de vez em quando, como estamos a cozinhar a casca da laranja este processo de cozedura leva tempo, eu deixei a minha compota cozinhar muito lentamente cerca de 3 horas. Vigie sempre para que não passe do ponto e fique dura e amarga.

Enquanto a compota apura, aproveite para tratar dos frascos, eu costumo lavar os meus em água bem quente, em seguida coloco-os no forno a cerca de 100º no mínimo 30 minutos. Costumo ligar o forno quando a compota começa atingir o ponto estrada (coloco um pouco de compota num prato e com uma colher abro uma estrada, se a estrada não se fechar a compota está no ponto), assim coloco a compota quente nos frascos quentes e fecho (as tampas passo em agua fervente e depois seco-as bem com papel de cozinha).

Depois de ter a compota já nos frascos e bem fechadas, coloco um pano de cozinha no fundo de uma panela grande, coloco os frasquinhos lá dentro cubro com água e levo a ferver cerca de 15 minutos, ao fim desse tempo desligo o fogão e retiro de imediato os frascos (coloco em cima de um pano ou tábuas de madeira), desta maneira a compota fica perfeita durante meses (a minha aguenta mais de um ano, desde que esteja longe da luz direta do sol).

Coloque uma etiqueta bonita como nome e a data em que a fez!

Espero que gostem!

 

Leave a Reply